...PALAVRAS INSONORAS!!!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Inacreditável Futebol Clube


video


O Deivid deve ter morrido de inveja, ou aprendeu com esse cara!

Enviado por Gustavo D'Angelo

Sexo Animal: Esse Gosta de uma Cachorrada

Britânico é considerado culpado após ser achado nu na cama com cadela

Exame identificou DNA canino em material coletado no pênis do suspeito.
Kelly Thacker pegou o ex na cama com a cadela em 15 de janeiro de 2011.


O britânico Nicholas Saunders, de 46 anos, foi considerado culpado de ter feito sexo com a cadela de estimação de sua ex-mulher durante julgamento em um tribunal de Gloucester, no Reino Unido, segundo reportagem do jornal "Independent".
Durante o julgamento de três dias, Saunders negou ter mantido relações sexuais com o animal, mas admitiu que ficou nu na cama com a cadela chamada "Sasha".

A ex Kelly Thacker contou que Saunders procurou aconchego no animal depois que ela recusou seus avanços. Kelly afirma ter encontrado o ex, com quem tem dois filhos, na cama tendo relações sexuais com a cadela em 15 de janeiro do ano passado.

Quando foi detido, Saunders forneceu amostras de material encontrado em seu pênis. De acordo com o promotor Frank Abbott, da Corte de Gloucester, exames forenses identificaram o DNA de um cão na amostra.

Essa evidência foi considerada crucial pelos 12 jurados (cinco homens e sete mulheres). A Justiça irá divulgar a sentença no dia 27 de julho. Mas Saunders está proibido de entrar em contato com a ex-mulher.

Do G1

Propaganda Eleitoral: STF julgou o Procedimento Enfadonho

STF conclui julgamento que dá mais tempo de propaganda a partidos recém-criados



O Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu hoje (29), por maioria de 7 votos entre os 11 possíveis, que os partidos recém-criados têm direito a mais tempo de propaganda se conseguirem atrair deputados federais de outras legendas. A votação terminou com as considerações da ministra Cármen Lúcia Rocha depois de três dias de julgamento.

A decisão beneficiará diretamente o Partido Social Democrático (PSD), criado em setembro do ano passado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Atualmente, o PSD tem a quarta maior bancada na Câmara dos Deputados, com 52 deputados eleitos e 48 em exercício. A nova regra já vale nas eleições para prefeitos e vereadores deste ano.

Cármen Lúcia votou nesta manhã quando a maioria já estava formada. Ela seguiu a divergência aberta pelo ministro Joaquim Barbosa, negando a deputados federais que migraram para novas legendas o direito de levarem consigo o tempo de propaganda a que tem direito. “Eu tenho medo de um sistema partidário tsunami, na hora que sai o eleito sai levando tudo, não deixando terra arrasada. O que é grave, porque ele é eleito com a estrutura do partido, e ele não pode sair fingindo que nada aconteceu”, considerou a ministra.

O STF julgou dois processos diferentes de uma só vez. No primeiro, o PHS pedia a divisão igualitária do tempo de propaganda entre os 30 partidos brasileiros. Na outra ação, sete legendas – DEM, PMDB, PSDB, PPS, PR, PP e PTB – queriam barrar a possibilidade de partidos novos conquistarem tempo de TV de parlamentares recém-filiados.

O relator Antonio Dias Toffoli, autor da tese vencedora, manteve a regra atual sobre a divisão do tempo de propaganda em rádio e TV – um terço igualmente entre todos os partidos e dois terços proporcionais ao número de deputados federais dos partidos ou coligações.

Toffoli também entendeu que, se a legislação permite aos políticos mudar para novas legendas sem enquadrá-los como infiéis, a migração do tempo de propaganda também é legítima. No entanto, o ministro ressalvou que a regra só se aplica aos parlamentares fundadores, mas não aos deputados que decidirem migrar a qualquer momento. Ele foi seguido pelos ministros Rosa Weber, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Carlos Ayres Britto.

Além do voto divergente de Barbosa e Cármen Lúcia, uma nova tese foi aberta pelo ministro Cezar Peluso, para quem o tempo de propaganda deve ser dividido igualmente entre todas as siglas. Ele foi seguido pelo ministro Marco Aurélio.

A decisão do STF deve influenciar julgamento pendente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que a legenda de Kassab pede uma fatia maior do Fundo Partidário. Assim como o tempo de propaganda, a verba é rateada de acordo com a representação dos partidos na Câmara dos Deputados – 5% divididos igualmente entre as legendas e 95% distribuídos de acordo com a votação para deputado federal obtida nas últimas eleições.

O julgamento começou no dia 24 de abril, e Toffoli – que também integra o TSE – pediu vista quando o placar estava em 2 votos a 1 a favor do PSD. O ministro ainda não devolveu o caso para julgamento, alegando que aguardaria a decisão do STF sobre a questão da propaganda.

A definição sobre a propaganda também deve influenciar o impasse sobre a nomeação de integrantes do PSD para comissões técnicas do Congresso Nacional. Atualmente, os parlamentares encontram resistência porque se considera que o PSD não tem representatividade, pois não participou das eleições de 2010.

Edição: Talita Cavalcante
Débora Zampier

Isso que é Autoconfiança!

Probabilidade de falência da OGX é zero, diz Eike
 
 
 
O empresário previu ainda que, até o final do próximo ano, a petroleira estará produzindo 250 mil barris diários de petróleo
 
O empresário Eike Batista, em resposta à pergunta de um analista em teleconferência realizada nesta quarta-feira, descartou a possibilidade de vir a decretar a falência da OGX, petroleira da holding EBX, do qual é presidente. "É zero a probabilidade de falência.O grupo tem US$ 9 bilhões em caixa. Vamos produzir ainda muito petróleo", afirmou Eike.

250 mil barris por dia

O empresário previu ainda que, até o final do próximo ano, a OGX, petroleira da holding EBX, estará produzindo 250 mil barris diários de petróleo. Ele disse que a futura produção será obtida em três áreas do campo de Waimea, na Bacia de Campos (litoral do Estado do Rio de Janeiro).

Hoje, segundo ele, a produção em Waimea atinge 7.549 barris diários. Cada vez mais, acrescentou o empresário, a OGX

focará em produção de petróleo, em detrimento da exploração. "A empresa está passando da fase de exploração para a de produção", explicou Eike.
 
Do Surgiu

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Quilo ou la carte: qual o mais vantajoso


Ao investir em um restaurante, muitos empreendedores se deparam com a seguinte dúvida: afinal, compensa mais apostar em rodízio ou serviço la carte Antes de responder a pergunta, é preciso entender a definição de cada modalidade. O serviço la carte deve trazer uma proposta de refeição rápida, saudável e equilibrada (cor, sabor e nutricionalmente interessante). Hoje, é importante trazer elementos novos de composição, ingredientes do comfort food em harmonia com ingredientes funcionais (ex: linhaça, quinoa, chia, etc…). A estratégia deve focar a rapidez do serviço e qualidade do prato. Quem escolhe la carte hoje não quer entrar em fila, não quer uma infinidade de possibilidades de escolha.


Já o quilo parte da premissa de fartura e variedade, muitas carnes, frituras e o cliente escolhe (com a fome dos olhos) o que quanto vai comer. A disposição favorece sempre a oferta primeira de preparações mais pesadas, com molhos por exemplo. O cliente tem porções de carnes menores e, portanto, acaba escolhendo mais de uma, comendo geralmente mais do que no la carte.



No caso do serviço la carte, o controle de custos está relacionado com fichas técnicas e controle de produção, compras e estoque muito bem alinhados para não haver perdas. Por ser porcionado permite que você dimensione as gramagens de forma mais precisa, não há estimativa de
consumo. Você produz o que o cliente pede, a venda é certa. São poucos os fatores negativos, mas é necessário ponderar que ainda existe um público fiel ao quilo, que gosta de comer um pouco de várias coisas. Portanto, monitorar de perto a aceitação do la carte é importante para que o cliente não se sinta desmerecido.


Uma das dicas é estudar preferências e hábitos da clientela, incluir no la carte preparações grelhadas e massas que agradam no quilo. Testar as receitas e fazer fichas técnicas é essencial, assim como treinar a equipe para manter padrão. Outro ponto importante é investir no local de modo que ele funcione tanto em sistema de rodízio como à la carte.

Quem atende o público deve mostrar ao cliente que ambos os serviços são excelentes. A apresentação dos pratos e diferença de identidade entre quilo e la carte também são muito importantes para que ambos funcionem juntos e bem.


O fato é que em muitos países, o la carte ganha muita força em praças de alimentação e restaurantes de rua. A preocupação com a saúde e com a administração do tempo faz com que as pessoas queiram um serviço rápido e nutricionalmente mais equilibrado. No quilo a escolha saudável fica sobjulgada à gula humana, afinal comemos com os olhos primeiro. A preocupação com a obesidade contribui enormemente para a escolha de um serviço já porcionado e equilibrado, e o la carte atende a essa demanda.

Do dinheiro na conta

Abram os Olhos Correntistas!

Agência de classificação de risco reduz nota de oito banco brasileiros



A agência de classificação de risco Moody's fez um ajuste técnico nas notas de crédito de oito bancos brasileiros. Tiveram as notas reduzidas os Bancos do Brasil, Safra, Santander, HSBC, Bradesco, Itaú, Itaú BBA e Votorantim.

A mudança foi anunciada após uma revisão da classificação dessas instituições iniciada em fevereiro passado. A agência fez uma nova classificação por entender que os bancos brasileiros estavam com notas melhores do que as do governo. Como as instituições financeiras brasileiras têm em suas carteiras títulos da Dívida Pública Federal, a avaliação da Moody's é que a exposição ao risco foi alterada.

“Nossa análise indica que há pouca ou nenhuma razão para crer que esses bancos estariam isolados a partir de uma crise da dívida do governo [brasileiro]”, diz o documento em inglês divulgado ontem pela Moody's.

A revisão foi adotada também em outros países onde os bancos estavam em melhor situação que os governos locais.

Da Agência Brasil

Daniel Lima
Edição: Juliana Andrade

Previsão: Chove a qualquer hora



Nesta quarta-feira, o resfriamento durante a madrugada favorece a formação de nevoeiro ao amanhecer em São Paulo, no centro-sul do Rio de Janeiro e no sul e na Zona da Mata de Minas Gerais. O tempo fica instável e chove a qualquer hora no Espírito Santo, no norte fluminense e no Vale do Rio Doce mineiro. Não chove nas outras áreas do Sudeste, onde o sol predomina, principalmente no período da tarde. A temperatura fica amena na Região.

Do terra

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Olha Eike perdendo uns Trocados!!!

OGX, de Eike, decepciona e empurra Bovespa para baixo;dólar sobe


Investidores se decepcionaram com a nova capacidade de produção dos poços de petróleo da OGX, petrolífera do bilionário Eike Batista. Isso disparou as vendas das ações ordinárias (ON, com direito a voto) da empresa e empurrou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) para baixo. Por volta de 12h, o Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, caía 0,68%, aos 53.469 pontos. A OGX tem o quinto maior peso no índice (3,80%). A mineradora MMX e a empresa de logística LLX também contribuíam para puxar o Ibovespa para baixo. No mercado de câmbio, o dólar comercial subia 0,43%, a 2,081 para venda.

- As empresas do Eike são projetos ainda. Então se uma cai, traz desconfiança. Com tanta volatilidade no mercado, está contaminando toda a nossa bolsa - diz Pedro Galdi, analista-chefe da SLW corretora.

OGX ON chegou a derreter quase 30%, já que tombou 29,39%, a R$ 5,91, na mínima do dia. Por volta de 12h, caía 26,04%, a R$ 6,19. O motivo de tanta frustração dos investidores foi a divulgação de um comunicado por volta de 9h desta quarta-feira, antes da abertura do mercado. No documento oficial, a companhia informou que, após testes por cinco meses no campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos, foi constatado que a vazão ideal dos dois poços em produção é a extração de 5 mil barris de óleo equivalente por dia. A estimativa anterior era produzir 10 a 13 mil barris por dia.

- Foi uma reversão de expectativas. Para poços que estão começando a produção, é um resultado fraco. Se começa a diminuir a produção prevista em todos os campos, atrasa a geração de caixa para a empresa como um todo - duz Luiz Otávio Broad, analista da Ágora corretora.

A ação preferencial da Petrobras (PN, sem direito a voto) caía 0,27%, a R$ 17,95, enquanto Petrobras ON recuava 0,21%, a R$ 18,51. Vale PN caía 0,30%, a R$ 38,81, apesar de a mineradora ter informado que obteve licença prévia (LP) ambiental para produzir minério de ferro em Carajás, no Pará, em uma mina com capacidade estimada de 90 milhões de toneladas métricas anuais e início de operação previsto para o segundo semestre de 2016.

Em relatório, o Bank of America Merrill Lynch reduziu a recomendação para as ações da OGX, de "neutra" para "underperform" (expectativa de retorno abaixo da média do mercado). Isso significa na prática uma recomendação de venda. O preço-alvo para o papel caiu de R$ 19,50 por ação para R$ 7,30, ou seja, essa é a cotação que os analistas esperam que seja atingida até o fim do ano.

"Embora ainda seja um bom nível, ficou abaixo dos patamares mais baixos que haviam sido projetados pela administração. Nós vemos o fato como um grande desapontamento, que provavelmente terá um efeito de longo prazo na valorização da OGX", diz o relatório do Bank of America Merrill Lynch.


Cena externa

Segundo operadores, o mercado se divide entre declarações da chanceler alemã, Angela Merkel, feitas na manhã desta quarta-feira, e informações vindas da China. Merkel não deu nenhum detalhe adicional sobre sua posição de combater a crise de dívida da zona do euro por meio de uma ampla reforma política e orçamentária, ao mesmo tempo em que se mostrou contra os pedidos de um forte gasto público para estimular o crescimento.

Ela disse que a crise não tem solução rápida nem fácil e voltou a atacar a ideia de se lançar eurobônus para a região - títulos emitidos em conjunto com riscos diluídos entre os membros do euro. Na China, o jornal China Securities informa que o país pode introduzir políticas mais proativas para assegurar o crescimento de sua economia, citando a expansão do investimento em infraestrutura e a redução de impostos como possíveis políticas a serem adotadas.

Na agenda de indicadores, destaque para o crescimento de 1,1% das encomendas de bens duráveis feitas à indústria dos Estados Unidos em maio - acima da projeção de alta de 0,4%.
Bolsas asiáticas sobem

O índice Nikkei, de Tóquio, subiu 0,77%. A bolsa de Cingapura subiu 1,28%, a 2.841 pontos; Taiwan também teve alta, de 0,63%, e Hong Kong teve ganhos de 1,03%. O índice referencial de Xangai recuou 0,23% e Sydney subiu 0,74%.

Muita Gente vai Perder a Boquinha por esse Brasil afora!

Aprovada aplicação da Lei da Ficha Limpa para cargos públicos efetivos e comissionados




Os requisitos de probidade administrativa e moralidade pública exigidos dos candidatos a cargos eletivos pela Lei da Ficha Limpa (Lei 135/2010) poderão ser seguidos no preenchimento de cargos públicos efetivos e comissionados. Essa inovação consta de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) aprovada, nesta quarta-feira (25), pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

A PEC 30/2010 acrescenta dispositivo ao artigo 37 da Constituição Federal, que reúne os princípios gerais aplicados à administração pública. O relator, senador Vital do Rego (PMDB-PB) fez ajustes no texto original para definir como exigência inicial a não-condenação criminal por crime doloso (intencional), nos últimos oito anos, por decisão transitada em julgado ou sentença de órgão judicial colegiado, atestada por certidões criminais negativas emitidas pelas Justiças comum e federal.

– Se o candidato a cargo eletivo é obrigado a demonstrar o cumprimento de requisitos mais exigentes, aqueles que almejam ocupar cargos efetivos ou comissionados na administração pública também devem fazê-lo – argumentou Vital do Rego.

O relator vê a população brasileira como grande beneficiária da aplicação das exigências da Lei da Ficha Limpa ao preenchimento de cargos efetivos e comissionados. Isto porque, segundo ele, a observância aos princípios de moralidade e probidade no recrutamento de servidores imprimiria maior segurança ao manejo da coisa pública.

O cumprimento das obrigações eleitorais e militares - esta para candidatos do sexo masculino – é outro requisito proposto pela PEC 30/2010 para investidura em cargo público.

A matéria, agora, terá que ser submetida a dois turnos de votação no Plenário do Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados.


Simone Franco

Contas-Sujas: Protelação do TSE


Toffoli adia decisão sobre liberação de contas-sujas nas eleições



Um pedido de vista do ministro Antonio Dias Toffoli, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), adiou mais uma vez o desfecho sobre a participação de políticos que tiveram contas desaprovadas nas eleições deste ano. O julgamento foi interrompido quando o placar estava em 3 votos a 3, e Toffoli é o último a votar. Ele prometeu devolver o processo na próxima quinta-feira (28).

Os ministros estavam analisando um pedido para que o TSE reavalie decisão de março que bloqueou a participação dos contas-sujas nas eleições. Por 4 votos a 3, os ministros deram nova interpretação para a legislação em vigor, que exigia apenas a prestação de contas para o candidato ser considerado quite com a Justiça Eleitoral. Com a decisão do TSE, passou-se a exigir também que as contas fossem aprovadas.

A decisão incomodou o PT e 17 partidos, que querem que o TSE reconsidere a decisão por ter extrapolado o que a lei exige. Desde então, a composição do TSE mudou, com a entrada dos ministros Antonio Dias Toffoli no lugar de Ricardo Lewandowski e do ministro Henrique Neves substituindo Marcelo Ribeiro.

Primeira a votar, a relatora Nancy Andrighi disse que a intenção da lei é moralizar a atuação política, mesmo que isso não esteja escrito expressamente. Para evitar questionamentos na Justiça sobre os prazos de inelegibilidade, a ministra sugeriu que o TSE definisse regras para dizer até quando o político deveria ficar inelegível.

A relatora foi apoiada pelos ministros Cármen Lúcia e Marco Aurélio Mello. Com a possibilidade de inversão no placar, Marco Aurélio disse que o TSE “deu à sociedade uma esperança vã de se avançar no campo cultural”.

O primeiro a votar para a retomada das regras como valiam antes foi o ministro Gilson Dipp. Ele entendeu que todas as regras de padronização propostas por Andrighi indicam que a decisão do TSE foi equivocada “Eu estou impresssionado com as consequências. Essa modificação vai, sim, complicar muito mais o que já está complicado”. Votaram no mesmo sentido os ministros Henrique Neves e Arnaldo Versiani.

Da Agência Brasil

Débora Zampier
Edição: Rivadavia Severo

terça-feira, 26 de junho de 2012

Mais Royalties para a Bacia de Campos

Petrobras anuncia nova descoberta em Campos













A Petrobras anunciou ter encontrado petróleo de boa qualidade no terceiro poço perfurado na área Sul de Guará, na camada do pré-sal da Bacia de Campos.

Denominado 1BRSA1045SPS (1SPS96), o poço estende-se por uma lâmina d'água de 2.202 metros e fica localizado a uma distância de 320 km do litoral do Estado de São Paulo. "De acordo com o contrato, nessa área a Petrobras tem o direito de produzir até 319 milhões de barris de óleo equivalente", informou a empresa, em comunicado.

O poço fica na área de cessão onerosa, contrato firmado entre a petrolífera estatal e o governo federal brasileiro, no qual a Petrobras recebeu R$ 75 milhões (USD 36,44 milhões) em troca de 5 mil milhões de barris de petróleo retirados da camada do pré-sal.

Recorde-se que a Petrobras já anunciara, em Março, que uma nova fonte de petróleo na camada do pré-sal fora descoberta na Bacia de Santos, onde já existem mega-campos como o Lula e o Iara.

O novo poço foi detectado no bloco BMS8, durante a perfuração de um outro reservatório a 232 quilómetros do litoral paulista. Uma amostragem feita no material comprovou que o óleo tem cerca de 31º API (escala que medea densidade do óleo), o que indicaboa qualidade. A Petrobras controla o consórcio,com 66% do total. A Petrogal Brasil(14%), a Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás (10%) e a Queiroz Galvão Exploração e Produção (10%)completam a lista dos administradores.

Do O País

Ainda Sobre Cambaiba



Ex-delegado cita nomes de torturadores para Comissão da Verdade




















O ex-delegado Cláudio Guerra, que fez revelações importantes sobre o período do Regime Militar (1964-1985) em um livro, prestou depoimento para a Comissão da Verdade na segunda-feira. Ele reafirmou algumas das denúncias, como a incineração de corpos de militantes de esquerda em usina de Campos, no Norte Fluminense. Além disso, Guerra passou para a comissão os nomes de pelo menos seis envolvidos em torturas e assassinatos no começo da década de 1970.

O ministro Gilson Dipp, um dos integrantes da Comissão, informou que pretende convocar o tenente reformado Paulo Manhães, que também fez revelações sobre torturas em uma casa na cidade de Petrópolis (Região Serrana) em entrevista recente ao jornal "O Globo.

Do SRZD

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Vão Jogar M5rd1 no Ventilador!

Para defesa de Demóstenes, condenação atentará contra imagem do Conselho de Ética




A defesa do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) tentará hoje (25) convencer os integrantes do Conselho Ética do Senado de que as provas contra o parlamentar foram obtidas de forma ilícita e que uma possível condenação atentará contra a reputação do colegiado. O advogado de Demóstenes, Antônio Carlos de Almeida Castro, terá 30 minutos para fazer a defesa oral, antes de o relator do processo, senador Humberto Costa (PT-PE), concluir a leitura do relatório e dar o seu voto.

"Desde o início sei que existe, é claro, a independência absoluta dos Poderes, mas eu destaco: Como é que fica o Conselho de Ética, caso tome a decisão de cassar o senador baseado em provas ilícitas? Essa é a reflexão que eu vou deixar para que cada senador faça", destacou o advogado, que reclamou no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a legalidade das escutas feitas pela Polícia Federal (PF) no âmbito das operações Monte Carlos e Vegas.

A defesa pediu a desqualificação dessas gravações, já que elas foram feitas sem autorização do STF, foro competente para julgar congressistas. O ministro relator Ricardo Lewandowski já se manifestou contrário à reclamação, mas ainda falta o julgamento do mérito da reclamação pelo conjunto de ministros. "Vou fazer um alerta de que, na minha visão, a reclamação que está no Supremo Tribunal Federal será julgada procedente", destacou o advogado.

Mas, além disso, o Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) rejeitou na semana passada, por 2 votos a 1, a anulação das escutas telefônicas feitas pela PF nas operações Vegas e Monte Carlo. A maioria dos magistrados entendeu que não houve ilegalidade no fato de a PF iniciar as investigações por meio de denúncia anônima, pois o esquema era muito sofisticado e tinha a participação de policiais e agentes públicos.

"Quero frisar uma postura que eu venho tendo desde o início do processo de que entendo que a decisão é 100% política, um dos fundamentos é a consciência. Mas o processo tem que seguir os ditames constitucionais, regimentais", ressaltou o advogado.

Demóstenes é acusado de usar o mandato de senador para beneficiar ao grupo ligado ao empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, investigado pela PF. A denúncia ao conselho foi feita pelo PSOL.

O Conselho de Ética do Senado retomará hoje, às 14 horas, a leitura do relatório. Na semana passada, o relator só leu a parte descritiva do documento. Ele não pode emitir seu voto devido a um mandado de segurança concedido pelo ministro do Supremo Antonio Dias Toffoli que deu mais prazo para a defesa do senador.

Após a defesa, o relator votará e o presidente do Conselho, senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), informou que colocará o relatório em apreciação. A votação terá de ser nominal e aberta. O quórum mínimo para a votação do relatório no Conselho de Ética é nove senadores, de acordo com o Regimento Interno do Senado.

Caso o relator peça a cassação do mandato de Demóstenes e os senadores membros do conselho aprovem o pedido, a recomendação passará a ser do Conselho de Ética. O documento terá então que ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Depois disso, segue para o plenário, onde passará por votação secreta.


Luciana Lima
Edição: Talita Cavalcante

Educação ambiental é falha no Brasil, diz pesquisadora



Quem não ouviu falar da Rio+20? Por duas semanas, representantes do mundo todo estiveram no Brasil discutindo soluções para problemas como a emissão de gases poluentes, o desmatamento, a carência de água potável e o descarte de lixo, entre outros temas cuja resolução depende, fundamentalmente, da formação de cidadãos conscientes e comprometidos.


Mas o que as escolas têm ensinado sobre o assunto? Apesar de haver legislação sobre educação ambiental e materiais específicos produzidos pelo Ministério e pelas Secretarias de Educação, será que o conteúdo é trabalhado em sala de aula?

 
Foi com essa inquietação que a bióloga Claudia Ferreira, também professora de metodologia de ensino ambiental, saiu a campo em escolas públicas de São Paulo.

"Minha constatação foi de que no papel é tudo bonito, mas, na da sala de aula, o material é deixado de lado. Seja pela falta de habilidade e conhecimento do professor, seja pela infraestrutura do sistema", afirma a pesquisadora, que defendeu sua tese de doutorado sobre o tema neste ano na Faculdade de Educação da USP.

 
Durante dois anos, 2009 e 2010, ela frequentou três escolas estaduais da capital paulista: acompanhou reuniões de planejamento pedagógico, conversou com pais, entrevistou docentes e assistiu a aulas que dão o cenário da situação.

 
 
Exemplos

 
Numa sala de 8.ª série (9.º ano do ensino fundamental), a professora de geografia pediu que os alunos lessem um texto sobre o Fórum Social Mundial e escrevessem sobre o tema.
 
Em outra escola, a docente de ciências desistiu de levar os alunos da 5.ª série (6.º ano) ao jardim interno da escola, apesar da recomendação do material didático. Alegou que dava muito trabalho retirar 47 alunos da sala.

 
Há casos, é claro, de professores que se esforçam bastante, explica a pesquisadora, mas mesmo assim não conseguem abordar o tema de forma que instigue os alunos. E o motivo não é o desinteresse prévio dos estudantes, mas o tipo de abordagem.

 
"A criança e o adolescente são muito interessados, mas querem atividades que façam sentido", afirma Claudia. Na pesquisa, ela narra o caso de uma aluna que levou um caranguejo morto à aula de ciências. A partir do inusitado, a professora decidiu falar sobre os crustáceos e recebeu total audiência da sala.

 
 
Infraestrutura

 
O caso aponta a um outro problema frequente: a carência de laboratórios e de biblioteca com acervo diversificado. Sem esse aparato, dizem os professores, eles acabam por tratar o conteúdo de forma teórica e em salas superlotadas, que chegam a abrigar 50 alunos.

 
Para mudar isso, diz a educadora, é preciso, antes de tudo, que os órgãos governamentais capacitem os professores e produzam os materiais pedagógicos tendo em vista as sugestões desses profissionais que vivem o dia a dia da sala de aula.

 
Em segundo lugar, é preciso garantir que o tema perpasse o conteúdo de todas as disciplinas, conforme prevê a lei. "O diretor e o coordenador pedagógico não podem ignorar o tema. Eles precisam se responsabilizar em incluí-lo no planejamento anual", afirma.

 
Por último, o aluno deve ser convidado para essa conversa, para que isso faça sentido na vida dele. O indicado é que a equipe administrativa e de professores, com a participação dos estudantes, faça uma sondagem de situações-problemas, de necessidades e de interesses específicos daquela comunidade escolar no que se refere ao temas ambientais. A partir daí, é natural que os desafios se traduzam em ações conscientes.


"Em uma das escolas que visitei, um pai me disse: ‘Meu filho aprendeu na aula e me ensinou como economizar energia no banho’. É isso. Quando faz benfeito, a escola afeta a comunidade, contamina todo mundo", conclui a pesquisadora. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Do uol Notícias (Agência do Estado)

domingo, 24 de junho de 2012

É a Gota D' Água - Usina de Belo Monte



Assine Já ; http://www.movimentogotadagua.com.br/assinatura
NOVO SITE http://avaaz.org/parebelomonte
ASSINE TAMBEM : http://precojustoja.com.br/
TIETÊ VIVO... ASSINE TAMBEM https://www.facebook.com/TieteVivo?sk=app_103368309772125
Pedimos o vosso empenho e ação para evitar mais um desastre ambiental de proporções gigantescas:!!
Faça sua PARTE Podendo evitar que esse Projeto siga adiante...
"Atenção! Se a página de assinaturas não carregar atualize várias vezes a página (apertando F5 ou CTRL+R). Estamos tendo alguns problemas de sobrecarga, mas não podemos perder sua assinatura. Obrigado!"

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Eleição: Antes e Depois




ANTES DA POSSE
O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa ação.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos econômicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.



DEPOIS DA POSSE
Basta ler o mesmo texto acima, DE BAIXO PARA CIMA, linha a linha



Enviado por Anderson Pessanha

Guerra Contra a Dengue: mais um capítulo

Pesquisadores conseguem isolar anticorpo que neutraliza vírus da dengue

 

Descoberta pode ajudar a desenvolver novos tratamentos para o vírus da doença do tipo 1

O inseto
Transmissor da dengue é a fêmea do mosquito Aedes aegypti: inseto prefere ambientes onde há focos de acúmulo de água parada (James Gathany/PHILL, CDC)
 
Uma equipe internacional de pesquisadores conseguiu isolar um anticorpo humano capaz de neutralizar um dos quatro tipos do vírus que causa a dengue. Segundo o estudo, que foi publicado nesta semana na revista Science Translational Medicine, essa descoberta pode levar a novas abordagens de tratamento e prevenção da doença. A pesquisa foi conduzida na Universidade Nacional de Cingapura.

No artigo, os autores lembram que 2,5 bilhões de pessoas no mundo vivem em áreas de risco de transmissão da dengue. O único tratamento disponível para pacientes com a doença é o alívio dos sintomas, que incluem quadros de febre alta, dor muscular, náusea, vômitos e, em casos graves, morte.

O anticorpo isolado pelos pesquisadores, chamado 14c10, é capaz de neutralizar o vírus da dengue tipo 1 (DEN-1). Os cientistas identificaram essa proteína após analisarem uma amostra de aproximadamente 200.000 anticorpos colhidos de 100 pessoas que haviam sido infectadas pelo vírus da dengue e se recuperado da doença.

Proteína poderosa — Após observarem que o 14c10 é capaz de neutralizar o DEN-1, os pesquisadores isolaram o anticorpo do organismo de uma pessoa que havia sido infectada por esse vírus. Eles, então, realizaram experimentos em camundongos e observaram que esse anticorpo age sobre as proteínas superficiais do vírus e o mata antes mesmo de ele infectar as células do organismo.

De acordo com o artigo, esse anticorpo se mostrou mais eficaz na neutralização do vírus do que as drogas que vêm sendo desenvolvidas para combater a dengue. Segundo os autores, a próximo passo da equipe será realizar testes clínicos para testar o anticorpo isolado em pacientes infectados pelo DEN-1. Eles também pretendem identificar proteínas capazes de combater os outros três tipos de vírus que provocam a dengue.

Brasil — Dados do Ministério da Saúde mostraram que o número de mortes por dengue caiu no último ano no Brasil. Entre janeiro e abril deste ano, foram registrados 74 óbitos em decorrência da doença. No mesmo período em 2011, houve 374 mortes. O registro total de casos de dengue no país também diminuiu de 507.798 para 286.011.

Da veja

Eike Batista responde a acusações da Cúpula dos Povos




Um dos principais alvos dos protestos realizados pela Cúpula dos Povos, que faz uma cruzada contra a chamada "economia verde", o empresário Eike Batista usou o auditório da exposição Humanidade 2012, no Forte de Copacabana, para expor as iniciativas socioambientais de seu polo de empresas - uma espécie de defesa contra as críticas.

Acusado de causar impacto ambiental com suas megaobras, Eike reiterou que sua empresa desenvolve 170 projetos socioambientais - diz que investe R$ 150 milhões apenas no norte fluminense. No Rio, o empresário doa R$ 20 milhões anuais para o sistema de unidades de polícia pacificadora (UPP) implantado em várias favelas antes dominadas pelo tráfico de drogas.

"A gente faz estes investimentos porque acredita. Tenho certeza que todo mundo aqui teve o seu imóvel valorizado, dobrado de preço, por causa destas iniciativas no Rio de Janeiro", afirmou Eike.

Os grupos ambientais afirmam que o superporto do Açu, que Eike Batista vende como uma solução para a população de São João da Barra, causará um problema ainda maior de favelização da região. O empresário garante que já tem tudo planejado para evitar esta situação.

"Temos o projeto de um bairro com 270 mil moradias planejado pelo Jaime Lerner. Vai ficar a 10 quilômetros do Porto do Açu. Será a Veneza dos trópicos", respondeu Eike. "Já esperamos que aquela região vá receber 500 mil pessoas até 2025 e estamos preparados". Entre os projetos mencionados pelo empresário, está um assentamento sustentável, que irá produzir o suficiente para abastecer a região com produtos hortifrutigranjeiros.

Eike manifestou otimismo de que, num futuro próximo, as plantas que utilizam carvão possam reduzir suas emissões de gases do efeito estufa a zero. "Acredito que em cinco anos a indústria que utiliza carvão não será mais esse dragão poluidor, responsável por praticamente 70% das emissões. Já há tecnologia sendo desenvolvida para transformar a poluição em biomassa e isso logo vai estar à disposição de todos. Vamos olhar para máquinas de reciclagem perfeitas", crê o bilionário.

O empresário adota um tom otimista também para falar da Rio+20, vista por muitos especialistas como um fracasso. "Eu acho que seja quais forem as definições da conferência, estaremos dando mais um passo no caminho de uma economia 100% verde. Uma questão muito importante é saber quem vai financiar as iniciativas mais corretas. Isso custa muito dinheiro. O empresário em geral também vai precisar entender que o único
caminho para o seu negócio é a sustentabilidade."

Do terra

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Nasceu para ser Pobre... Vai Morrer Pobre e Burro!!!

Americano saca US$ 1,5 milhão por erro do banco e perde tudo jogando

Ronald Page sacou o limite em caixas automáticos e gastou no cassino.
Aposentado pode ser obrigado a devolver a quantia.

O aposentado Ronald Page, 55, sacou US$ 1.543,104 por erro do banco e gastou todo o dinheiro apostando no cassino nos meses seguintes

Um homem de Detroit, Michigan (EUA), está sendo julgado e pode ser obrigado a devolver o US$ 1,5 milhão que sacou por erro do banco e perdeu apostando em cassinos, segundo o "NYDailyNews".
 
O aposentado Ronald Page, de 55 anos, conseguiu sacar o limite em caixas automáticos da região por 15 dias a partir de 1º de agosto de 2009, totalizando US$ 1.543,104, e gastou todo o dinheiro apostando no cassino nos meses seguintes, relata a publicação.

O banco havia liberado, por engano, o limite da conta dele, permitindo que Page fizesse retiradas de valores como US$ 52 mil e US$ 312 mil todos os dias. A conta de Page contou com saldo médio de US$100 durante os cinco meses antes do episódio, diz o jornal.

Ele se declarou culpado em 7 de março deste ano e será julgado no dia 27 de junho. A promotoria defende que ele seja condenado a 15 meses de prisão e que devolva todo o dinheiro por roubo de patrimônio do banco, conforme a publicação.

Do G1

Teve Peito em dizer a Verdade, afinal... É o Brasil!!!

Em decisão, desembargador diz que sociedade aceita atividades ilegais de Cachoeira



Na decisão em que manda soltar Gleyb Ferreira da Cruz, suposto braço direito do empresário Carlinhos Cachoeira na exploração ilegal de jogos no Centro-Oeste do país, o desembargador Fernando Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), relativizou a suposta atividade ilegal do grupo. Segundo Tourinho, mesmo ilegais, os jogos de azar são “largamente aceitos” pela sociedade.

O desembargador disse que o estado de Goiás editou duas leis que autorizavam a exploração de jogos de azar e que só em 2007 o STF derrubou a prática. “Veja-se que muitos setores da sociedade defendem a legalização dos jogos de azar, visto que a prática é largamente aceita pela sociedade em geral, ainda que seja ilegal”, ressalta em trecho da decisão.

Tourinho também entende não existe crime de formação de quadrilha para pessoas que exploram jogos de azar, lembrando que o principal crime imputado a Gleyb é justamente o da contravenção. Segundo apurações da Polícia Federal, o auxilar de Cachoeira era “laranja” em empreendimentos do empresário e era considerado seu braço direito.

Apesar de ter conseguido habeas corpus no TRF, Gleyb da Cruz não poderá ser solto porque é alvo de outro mandado de prisão, segundo confirmou o Ministério Público do Distrito Federal. Ele é acusado de participar de esquema de fraude na área de transporte público no Distrito Federal. É a mesma situação vivida por Cachoeira, que continua preso em Brasília após ter conseguido alvará de soltura da Justiça Federal.

Da Agência Brasil

Débora Zampier
Edição: Fábio Massalli

Não só Tortura e Açúcar sairam das Usinas de Campos

Recém-contratado, atacante ganha chance no ataque tricolor


Destaque do treino coletivo, quando marcou um gol e deu uma assistência para Júnior, Elias virou opção do treinador

Não perca as contas: Júnior, Ciro, Jones, Diego e Zé Roberto. Todos eles já tiveram uma oportunidade no ataque tricolor neste Brasileirão. Em quatro partidas, apenas dois gols marcados. Falcão vai testar mais uma opção para o jogo de domingo, às 16h, contra o Sport, em Pituaçu.
 
Elias foi o escolhido. Quem? Contratado junto ao Resende, o atacante de 25 anos faz a estreia com a camisa tricolor. Destaque do treino coletivo, quando marcou um gol e deu uma assistência para Júnior, o atacante garante estar tranquilo, mesmo com a zona de rebaixamento (o Bahia é 17º).

“Estou muito confiante com essa chance. Posso sentir a falta de ritmo de jogo, mas isso não será problema. Estou preparado”, afirma, convicto do que precisa para cair no gosto do torcedor. “Primeiro quero a vitória, mas se o gol aparecer será importante pra ganhar mais confiança”.

Apesar de ser um camisa 9 de origem, Elias admite a possibilidade de atuar um pouco mais longe da área devido à presença de Júnior. “Serei o cara que vai buscar um pouco mais o jogo, com Júnior preso entre os zagueiros. Posso fazer isso sem problemas”, analisa. Mesmo com as evidências, o técnico Falcão fez mistério em relação à utilização de Elias no time titular. No entanto, ele espera uma boa participação do jogador contra o Sport.

“Espero que ele possa contribuir. Ele certamente estaria no jogo contra o Vasco, se estivesse regularizado”, disse o treinador, para depois elogiar. “Ele demonstrou alguma qualidade nos treinamentos, mas treino é treino. Só treino não escala. Às vezes, você faz grandes treinos e não consegue jogar”, fez a ressalva.


Histórico
Elias construiu a carreira no futebol carioca. Antes do Resende, passou por Sampaio Corrêa e Madureira, todos do Rio. Em 2012, disputou o prêmio de melhor atacante do estadual com Vagner Love, do Flamengo, e Wellington Nem, do Fluminense. Ficou em terceiro.

Quando tinha 21 anos, chegou a largar o futebol para trabalhar como ajudante em uma usina de açúcar em Campos do Goytacazes, sua cidade natal, no Rio.

“Estou muito feliz com essa chance. Lutei muito para chegar até aqui e quero agarrar a oportunidade. Estou ansioso para encontrar com a torcida do Bahia em Pituaçu. Espero corresponder com uma ótima atuação”, projeta.  Adaptado, o jogador só encontrou dificuldades em Salvador com o calor. Para superar isso, Elias já tem a receita. “Tive problemas com o calor no início. Sabemos que vai ser difícil, mas tem que ter muita raça”, diz.

Di iBahia

quarta-feira, 20 de junho de 2012

IMPERDÍVEL, Alexandre Mury, hoje, no SESC-Campos

Com entrada franca, nesta quarta-feira, dia 20/6, às 18h30min, no SESC Campos, o artista Alexandre Mury estará no evento "Eu em Outros - A Arte de Alexandre Mury". 


O artista plástico está sendo recepcionado pelo 3o. período do Curso de Artes Visuais da UNIFLU - CAMPUS II  (FAFIC), que minha consorte, Claudia Eleonora, cursa.

Com o desafio de, didaticamente, conciliar a exposição artística, com a produção do evento, os alunos ainda farão uma homenagem a Alexandre Mury, dentro da sua própria abordagem.

Alexandre Mury


Nasceu em São Fidélis, interior do estado do Rio de Janeiro, no dia 13 de janeiro de 1976, onde reside. Artista por vocação, desde criança desenhou e pintou e aos 16 anos começou a fotografar. Em 1997, ingressa na Faculdade de Filosofia de Campos cursando Publicidade e Propaganda, que conclui em 2001. Lecionou em diversas faculdades entre 2003 e 2006, nos cursos de Comunicação Social e Design Gráfico.

Atuou profissionalmente como diretor de arte em agências de publicidade de 2001 até 2010. Desde então, dedica-se exclusivamente ao trabalho de fotografia, participando de importantes coleções, como as de Gilberto Chateaubriand e Joaquim Paiva.

Vejam algumas obras do artista:




Vejam a entrevista do artista no Programa Andante - Uerj:


Do Curso de Artes Visuais da Fafic – 3º Período


Fonte: Devorandi

Só chegaram e essa conclusão agora?!?!?!?! Eu já sabia!

ONGs e especialistas não acreditam em avanços na Rio+20



O documento final da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que chega hoje (20) às mãos de chefes de Estado e de Governo é “aguado”, não apresenta metas claras, formas de financiamento de ações e está aquém do texto elaborado há 20 anos, na Rio92, conferência que vinculou o desenvolvimento ao meio ambiente.

As avaliações foram apresentadas por representantes de organizações não governamentais (ONGs) que acompanharam as discussões do texto final por meio do Major Group ONGs e por especialistas da área ambiental. A apresentação foi feita ontem (19) à noite na Cúpula dos Povos - evento paralelo à conferência oficial da Organização das Nações Unidas (ONU) -, no Aterro do Flamengo.

Ao lado de representantes de organizações como Greenpeace, WWF e Oxfam, o coordenador do Vitae Civilis, Aron Belinky, disse que para conseguir o consenso uma série de questões polêmicas foi varrida "para debaixo do tapete”, sem resolvê-las. “Achamos que essa é uma estratégia arriscada, que coloca o resultado à frente do que deveria ser encarado”.

Para Belinky, o melhor era ter deixado claro que certo pontos não tinham o apoio dos negociadores. “Se não tem consenso, que fique claro que não tem consenso. Que não se faça um documento aguado, que todo mundo concorda porque não faz diferença nenhuma”, criticou o diretor, sem pontuar os itens que poderiam ter obtido maior avanço.

O professor da Universidade de São Paulo (USP) Wagner Costa Ribeiro, que teve acesso a versão do texto final e participou da avaliação apresentada pelo Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (Fboms) na cúpula, disse que a consolidação do documento, acordado por 193 delegações, foi forçada e reflete a insatisfação de várias partes.

“É uma festa onde todo mundo sai descontente”, comentou Ribeiro. Elaborar o consenso a partir da insatisfação não me parece algo importante. O que vi realmente não é estimulante porque não cria metas ou vínculos ou quem vai pagar a conta”, acrescentou.

Ao comparar o documento da Rio92 com o texto da Rio+20, o professor culpou o cenário internacional, de crise financeira, pela falta de grandes avanços. Ele também citou a reunião do G20 (que ocorre no México, paralelamente à Rio+20), as eleições na Grécia e até a Eurocopa (campeonato de seleções europeias de futebol). “Não diria que foi pior, mas que não teve o mesmo nível de ousadia”, avaliou.

Os especialistas também criticaram a ONU pela pequena abertura para participação da sociedade nas negociações  da conferência. “É um espaço limitado, de dois ou três minutos de fala, nos Major Groups. Ou seja, pequenas intervenções em meio a uma burocracia que não permite o avanço de uma proposta democrática”, destacou o representante da Vitae Civilis.

Da Agência Brasil

Isabela VieiraEdição: Graça Adjuto
 

OS NOVOS PORTOS DO RIO



Um estudo mostra visão altamente dinâmica do sistema portuário fluminense. Estão em construção dois portos do império de Eike Batista: Açú, no Norte do Estado e Sudeste, junto ao porto de Itaguaí, ao sul da capital. Além disso, no Norte fluminense está em construção o porto de Barra do Furado. Em fase de definição estão quatro projetos: um novo terminal de granéis de Itaguaí, chamado de “área do meio”, ainda dependendo de licitação; o complexo logístico de Itaguaí a ser formado pelos gigantes Gerdau/CSN/Transpetro; o porto de Maricá, a cargo da empresa DTA e novo porto de Macaé. E estuda-se a ampliação do porto do Sudeste, que, embora já com píer pronto, mar adentro, ainda não começou a operar.

A rede portuária existente é composta pelo centenário Porto do Rio; Niterói, Itaguaí, Angra dos Reis, Forno/Arraial do Cabo; Imbetiba/Macaé, Torguá (unidade da Petrobras no Rio); unidade de gás liquefeito de petróleo da Petrobras; Tebig/Petrobras/Angra dos Reis; Guaíba, da Vale e porto exclusivo da siderúrgica CSA.

Do NetMarinha

terça-feira, 19 de junho de 2012

Recorde Batido... Mas Eduacação: ZERO!

Americano bate recorde com arroto de 18,1 segundos de duração

Marca foi quebrada em competição em Nova York.
Vídeo com performance de Tim Janus foi postado no YouTube.

O americano Tim Janus, de 35 anos, quebrou o recorde mundial com um arroto de 18,1 segundos de duração em uma competição promovida pela Federação Mundial de Arrotos em Nova York (EUA). A nova marca pode ser conferida em vídeo no YouTube.
 
Tim Janus quebou o recorde mundial com arroto de 18,1 segundos de duração. (Foto: Reprodução)
Tim Janus quebrou o recorde mundial com arroto de 18,1 segundos de duração. (Foto: Reprodução)
Marca foi quebrada em competição em Nova York. (Foto: Reprodução)
Marca foi quebrada em competição em Nova York. (Foto: Reprodução)

Do G1

Persona Non Grata... Será?

Ahmadinejad deve chegar hoje ao Rio para a conferência das Nações Unidas



O presidente do Irã,  Mahmoud Ahmadinejad, embarcou ontem (18) em La Paz, na Bolívia, rumo ao Rio de Janeiro. A previsão é que ele chegue hoje (19) ao Brasil, de onde segue para a Venezuela. Ahmadinejad pediu uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff para tratar de uma agenda bilateral, mas o encontro ainda não foi confirmado pela Presidência da República do Brasil.

Ahmadinejad visitou pela última vez a América Latina em janeiro e fez paradas na Venezuela, Nicarágua, no Equador e em Cuba. O iraniano participa da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

A visita dele ao Rio gerou protestos no domingo (17) em Ipanema, um dos bairros mais famosos da cidade, reunindo manifestantes que protestaram contra o que chamaram de política discriminatória do governo iraniano.

Antes de viajar para o Brasil, Ahmadinejad passou um dia em La Paz, na Bolívia. Na conversa com o presidente boliviano, Evo Morales, foi definida a ampliação das relações comerciais e parcerias para a construção de quatro fábricas de produtos lácteos, além de um hospital e da diversificação no setor agrícola.

Ahmadinejad convidou Morales para participar da Cúpula dos Países Não Alinhados, que ocorrerá em agosto em Teerã, capital iraniana. O movimento dos países não alinhados reúne mais de 100 países em desenvolvimento que pretendem construir um caminho próprio e independente em relação às nações desenvolvidas.

Na última etapa da viagem à América Latina, Ahmadinejad irá à Venezuela para reuniões com o presidente Hugo Chávez. Ambos são amigos, além de parceiros políticos e comerciais tradicionais. Chávez fez nove viagens a Teerã nos últimos 13 anos, enquanto Morales visitou o Irã duas vezes.

O ministro das Relações Exteriores do Irã,  Ali Akbar Salehi, o vice-presidente executivo de Relações Exteriores,  Hamid Baqaei, e o vice-presidente para Assuntos Internacionais, Ali Sa'eedlou,  acompanham Ahmadinejad nas viagens.

Acompanhe a cobertura multimídia da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) na Rio+20.

Da Agência Brasil
Renata Giraldi e Carolina Gonçalves*
Enviadas Especiais

*Com informações da emissora estatal de televisão do Irã, Press TV e da agência pública de notícias da Bolívia, ABI//

Edição: Graça Adjuto

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Se fosse verdade Galvão diria: "Éhhhh Deuuuuus do Brasil!!!"

Preso em alta velocidade, motorista alega que 'Deus estava ao volante'

Vardan Aslanyan foi perseguido a mais de 150 km/h. Motorista de 29 anos foi detido após bater em dois carros.

Ao ser preso por dirigir em alta velocidade no estado da Califórnia (EUA), um motorista de 29 anos alegou que "Deus estava ao volante", segundo reportagem da emissora de TV "KTLA".
Vardan Aslanyan alegou que 'Deus estava no volante'. (Foto: Reprodução)
Vardan Aslanyan alegou que 'Deus estava no volante'. (Foto: Reprodução)
A perseguição começou em Burbank por volta das 19h45, quando um policial viu Vardan Aslanyan dirigindo de forma imprudente.
Aslanyan acabou sendo perseguido a mais de 150 km/h. Ele só foi detido após bater em dois carros perto da autoestrada 101, em Hollywood, e perder o controle do veículo.

Suspeito só foi detido após bater em dois carros. (Foto: Reprodução)
Suspeito só foi detido após bater em dois carros. (Foto: Reprodução)

Do G1

Índios recebem comida estragada durante Cúpula dos Povos


Depois de passar o dia à base de pão com mortadela, os índios da etnia Pataxó, da Bahia, que participam da Cúpula dos Povos, esperam ter um jantar mais saudável hoje (17) no Acampamento Terra Livre, instalado no Sambódromo, no centro da cidade. Eles tiveram que recorrer ao sanduíche porque as quentinhas servidas no almoço pela organização do evento para representantes de cerca de 15 etnias estavam estragadas.

A denúncia foi feita durante um debate sobre soberania alimentar, no Aterro do Flamengo, durante evento paralelo à Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Os índios receberam as marmitas com arroz, macarrão, feijão e carne estragados, que foram  recusadas imediatamente pelas lideranças. Não há relatos de doentes.

Da etnia Yanomami, o índio Kopenão, de Roraima, disse que ficou indignado ao receber a marmita com alimentos podres. “Não é comida para cachorro, é comida contaminada que se dá para os indígenas”, reclamou. “Somos seres humanos. Nem animal comia aquilo”. Segundo ele, a carne estava ruim e dava para sentir o cheiro ao abrir a quentinha. “Vimos na hora”, completou.

Liderança da Aldeia Guaxuma, de Porto Seguro (BA), Mucaxo Pataxó também estava entre os que receberam o almoço estragado. “Não comi porque dava para reconhecer. Como representante dos nossos parentes aqui, na hora vi a comida não dava para comer e devolvi. A gente tem costume de coisa boa, apesar de ser índio. Por que tratam a gente assim?”

Se dizendo muito aborrecido, o representante da etnia Xerente, Srewe, de Tocantins, um dos que participou do protesto durante a tarde, contou que foi preciso interromper o debate para relatar a grave situação. “Desde ontem (16) já tinha reclamação que a comida não era de qualidade. Hoje, infelizmente, os povos indígenas não aguentaram. Não estamos acostumados a isso."

Responsável pelo Acampamento Terra Livre, inaugurado para 1,7  mil índios na última sexta-feira (15), a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) informou que suspendeu o contrato com a empresa fornecedora do almoço. Para o jantar deste domingo, e para as demais refeições até dia 22, outra empresa foi contratada às pressas.

Da Agência Brasil

Isabela Vieira
Edição: Andréa Quintiere

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Probos da corte!




Se o Brasil fosse um país sério, o próximo passo da CPI do Cachoeira seria uma acareação entre Marconi Perillo e Agnelo Queiroz para ver quem é mais honesto.

Esse empate técnico de honradez inatacável estabelecido nos depoimentos em separado dos governadores cria na sociedade uma certa desconfiança sobre tudo que foi dito em defesa própria sem grandes contestações dos inquiridores.

O povo não é bobo! Como é que, com tanto safado por aí, a Polícia Federal e o Ministério Público foram pegar no pé logo dos dois maiores probos da corte?
Aí tem!

Se a base parlamentar do governo e a oposição não derem um jeito de ao menos disfarçar melhor o esquema de proteção aos governadores de Goiás e do DF, cada um com seu cada qual, a política vai se desmoralizar de vez junto com eles.

Só dizer “não me meça pela sua régua”, como está na moda em Brasília para mostrar indignação, é pouco.

A opinião pública quer saber: entre Marconi e Agnelo, qual deles é mais honesto? Não precisa nem quebrar os sigilos bancário, fiscal e telefônico dos dois, se um deles quebrar a cara, já está ótimo, né não?

De TuttY Vasques (Estadão)

Olha o Brasil em mais um Ranking Mundial

Brasil tem cinco nomes em ranking mundial de corrupção


Levantamento do Banco Mundial inclui o deputado Paulo Maluf e Daniel Dantas


No momento em que os brasileiros acompanham o desenrolar de mais um escândalo de desvio de dinheiro público, o Banco Mundial lança um banco de dados em que cita 150 casos internacionais de corrupção. São diversas ocorrências em todo o mundo. E o Brasil não passa despercebido. Entre os representantes estão o deputado Paulo Maluf e o banqueiro Daniel Dantas.

Batizado de The Grand Corruption Cases Database Project, o projeto reúne informações de casos em que foram comprovadas movimentações bancárias de pelo menos 1 milhão de dólares relacionados à corrupção e lavagem de dinheiro. A ideia teve origem em um relatório publicado pelo Banco Mundial no fim do ano passado. Segundo o estudo, a corrupção movimenta cerca de 40 bilhões de dólares por ano no mundo.

O banco de dados coloca à disposição documentos e informações dos processos de cada caso, mas não há um ranking dos mais corruptos ou de qual país concentra casos mais graves e onerosos aos cofres públicos.

Entre os brasileiros presentes no levantamento, chama a atenção a dupla aparição do ex-prefeito da capital paulista e deputado federal, Paulo Maluf. Na primeira vez em que aparece no sistema, ele é acusado pelo procurador-geral de Nova York de movimentar 140 milhões de dólares no Banco Safra, entre 1993 e 1996. Em outro processo, é acusado de desviar dinheiro de pagamentos fraudulentos para contas em bancos em Nova York e na Ilha de Jersey, na Grã-Bretanha. O assessor de imprensa de Maluf, Adilson Laranjeira, disse nesta quinta que "Paulo Maluf não tem nem nunca teve conta no exterior".

O relatório do Banco Mundial ainda menciona que “em março de 2007, o Sr. Maluf, seus familiares e seus companheiros foram indiciados pelo Gabinete da Promotoria do Condado de Nova York, que acusou-os de conspiração, roubo e posse ilegal de bens roubados.”

O banqueiro Daniel Dantas também é citado no banco de dados criado pelo Banco Mundial pelo caso do Grupo Opportunity, em 2008, quando teve 46 milhões de dólares bloqueados em contas na Grã-Bretanha. Em nota, o Opportunity afirma que esse relatório é datado de 2008 e está desatualizado. "Em 2008, a farsa da Satiagraha ainda não havia sido desmascarada em toda a sua extensão. Por causa de possíveis erros como esse, o Banco Mundial expressamente não garante a veracidade das informações". A irmã de Dantas, Verônica, também aparece na lista. Ambos são acusados de lavagem de dinheiro na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos.

O fundador e ex-presidente do Banco Santos Edemar Cid Ferreira também aparece na relação. Edemar rechaçou a publicação, alertando sobre a existência de um disclamer - segundo ele, um aviso da própria instituição de que "as constatações, interpretações e conclusões expressas no banco de dados não refletem necessariamente a opinião dos diretores executivos do Banco Mundial ou dos governos que eles representam".

O caso do propinoduto, que envolveu o ex-subsecretário de Administração Tributária do Rio Rodrigo Silveirinha Correa e outros três fiscais e quatro auditores da Receita Federal, também é citado. "Meu cliente é acusado de corrupção passiva, mas até hoje não foi identificado nenhum corruptor", afirmou o advogado de Silveirinha, Fernando Fragoso.

Segundo ele, o fiscal não tomou conhecimento da citação do seu caso na lista.

Da Veja (Com Agência Estado)

Contribuintes incluídos no primeiro lote do IR 2012 podem sacar dinheiro hoje



Os contribuintes com direito à restituição incluídos no primeiro lote do Imposto de Renda Pessoa Física 2012 podem sacar o dinheiro no banco a partir de hoje (15). Foram liberadas também restituições de declarações dos anos de 2011, 2010, 2009 e 2008, que estavam na malha fina. O lote multiexercício é o maior da história, segundo a Receita Federal. O valor total das restituições chega a R$ 2,5 bilhões.

A consulta ao lote foi liberada no último dia 8 na internet, no endereço http://www.receita.fazenda.gov.br/. É possível também obter informações por meio do Receitafone, no telefone 146.

Do exercício de 2012, serão creditadas restituições para um total de 1.844.881 contribuintes, com correção de 1,74 %. Desse total, 1.467.209 foram beneficiados pelo Estatuto do Idoso. Nos lotes de 2008, 2009, 2010 e 2011, segundo a Receita Federal, foram feitas correções de 43,17%, 31,10%, 22,64% e 12,49% respectivamente.

De acordo com a Receita Federal, caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá ir a qualquer agência do Banco do Brasil para requerer a restituição ou ligar para a central de atendimento do banco por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Da Agência Brasil
Daniel Lima
Edição: Talita Cavalcante